Aposentadoria democrática: moral baixo e reestruturação são um problema crescente para o partido

Ele foi apreendido quando dois democratas anunciaram na segunda-feira que não concorreriam à reeleição em novembro.

Então, a deputada da Califórnia Lucille Royball-Alert disse em um comunicado na noite de segunda-feira: “Depois de trinta anos na Câmara dos Representantes, é hora de passar mais tempo com minha família.”

Até o momento, 22 membros da Câmara dos Democratas na Câmara anunciaram que não concorrerão à reeleição. Embora seja comum ver o partido no poder em alta aposentadoria antes de um ciclo interino difícil, o que se sente no Cáucaso é que novos desvios são possíveis. O vento político soprando em direção aos republicanos, a expulsão de alguns membros da equipe de boxe de corridas fáceis e o moral baixo geral entre os membros da Câmara levarão a ainda mais descanso nos próximos meses.

“Temos um problema aqui”, disse ele. Representante Aposentada Cherie Pustos Disse o compromisso geral dentro da congregação. “Muitos agora servem como membros do Congresso. Eu não os vejo, não tenho nenhum respeito. Lamento dizer isso.”

Bustos, que foi eleito e representou Western Illinois em 2012, anunciou sua aposentadoria no início daquele ano e disse à CNN que queria um “novo capítulo em sua vida”. Mas é claro que a posição atual do Congresso é sobre essa decisão. Embora ele acredite que alguns democratas não são “jogadores de equipe”, ele não os citou – Pustos disse que a maioria de suas preocupações era com os republicanos e a possibilidade de uma transferência do poder para o Partido Republicano em 2022 preocupa todos os democratas. No Congresso.

“Quando você consegue a maioria de apenas três ou quatro votos e vê gente em distritos difíceis anunciando que não vão se candidatar à reeleição, sim, todos ficam preocupados com o que vai acontecer”, disse o ex-presidente Bostos. Divisão de campanha dos democratas da Câmara.

Os republicanos também receberam uma trégua significativa. Representante do Texas Kevin Brady, O principal partido republicano no Comitê de Caminhos e Caminhos poderosos, anunciou no início deste ano que ele não se candidataria à reeleição, e a Califórnia Devin Nunes Representante Trump anunciou na semana passada que estava deixando a Câmara para assumir o cargo de CEO do Media & Technology Group.
Pelosi vai liderar os democratas da Câmara nas próximas eleições - talvez além disso

Mas a aposentadoria é um problema para os democratas porque o partido no poder, em particular, não pode pagar por isso. As pesquisas mostram que o partido tem uma pequena maioria na Câmara e que os republicanos como um todo estão em melhor posição para vencer as disputas parlamentares do ano que vem, e qualquer pequena mudança – como uma aposentadoria inesperada em um balanço – pode custar caro.

READ  As 30 Melhores Críticas De joico moisture recovery treatment balm Com Comparação Em - 2022

Os democratas estão cientes da posição atual do partido sobre o referendo, uma pesquisa que pergunta aos que respondem se têm maior probabilidade de votar em democratas ou republicanos. À medida que os membros finalizam sua decisão nas próximas semanas, há temores de que os membros que estão pensando em se aposentar possam ser um fator nessas pesquisas.

De acordo com Jesse Ferguson, um democrata sênior que já serviu no comitê de campanha do Congresso Democrata, a grande questão é que as pensões “afetam completamente o espírito da coalizão” porque os membros que permanecem estão “avaliando essas pensões com base em sua lei de referência”. Não com base nas implicações políticas desta cadeira aberta nas eleições parciais, mas dentro do Cáucaso. “

‘Tipo de problema de 2010’

A aposentadoria é um problema para o partido titular porque tempo e dinheiro são recursos limitados, e se aposentar em constituintes competitivos geralmente requer gastos em corridas inesperadas. Em primeiro lugar, o partido deve auxiliar no recrutamento de um candidato para o distrito, de modo que ele possa fazer o possível para complementar o reconhecimento do nome do aposentado. Em segundo lugar, os comitês de campanha do partido devem gastar dinheiro com aquele candidato – o que é sempre mais do que gastaram com um titular.

E as aposentadorias democráticas estão se acumulando.

No início deste mês, democratas Representante Peter Defacio O poderoso presidente do Comitê de Transporte e Infraestrutura do Oregon renunciou e anunciou que não buscará a reeleição.
No início deste ano, Texas Representante Eddie Bernice Johnson O presidente do Comitê de Espaço, Ciência e Tecnologia renunciou ao cargo e anunciou que não será reeleito. E kentucky Representante John Yarmouth, Presidente do comitê de orçamento, também disse que não buscará a reeleição em 2022.
'Um senado 50-50 é uma merda': democratas entristecidos pelo fracasso da agenda em meio a perspectivas ruins para 2022

Mas o problema se estende além de poderosos líderes de grupo e inclui alguns distritos que são difíceis para os democratas manterem em um ano difícil.

Wisconsin Representante Ron KindUm dos poucos democratas representando o distrito que votou no ex-presidente Donald Trump em 2016 e 2020 anunciou no início deste ano que não concorreria novamente, deixando os republicanos com uma cadeira na área na esperança de que pudessem vencer. Arizona Ann Kirkpatrick representante Antes de vencer em 2018, ele foi o primeiro congressista democrata a desocupar o 2º distrito congressional do Arizona representado por republicanos e anunciar que não se candidataria à reeleição em março. E nova iorque Representante Tom Suzy Ele anunciou recentemente que concorreria a governador e não à reeleição em seu distrito de Long Island, que seria particularmente competitivo se os democratas enfrentassem um ciclo particularmente difícil.

Cada pensão foi incentivada pelos republicanos.

READ  John Madden, famoso treinador de futebol, locutor e ícone de videogame, morre aos 85, anuncia a NFL

“Cada aposentadoria democrata enfraquece ainda mais seu partido e força os democratas a gastar recursos preciosos para garantir assentos”, disse Michael McAdams, porta-voz do Congresso Nacional Republicano. “Ninguém quer concorrer como democrata na Câmara neste ciclo.”

Até agora, os líderes democratas – pelo menos publicamente – rejeitaram a noção de que os democratas têm um problema de aposentadoria.

Sean Patrick Maloney, presidente do comitê de campanha do Congresso Democrata, disse a Manu Raju da CNN: “Essas são coisas muito consistentes”. “Qualquer pessoa que trabalhe neste Congresso sabe que essas são decisões pessoais. Não, não estou preocupado com isso. Acho que os republicanos ainda têm uma boa ideia para os Estados Unidos. Eles não podem fazer isso. Truques e empilhamento.”

Democratas caminham pelo corredor em torno de Prairie enquanto o Partido Republicano planeja outro bloqueio às eleições para a Suprema Corte de Biden

Mas há um sentimento dentro do Cáucaso de que as coisas não são tão felizes quanto Maloney e outras pessoas acreditam.

Representante dos democratas do Texas. Filman Vela anunciou que não se candidatará à reeleição, dizendo que espera que o partido se saia melhor nesse ínterim se controlar a inflação e o governo no próximo verão.

“Não vou dizer que temos maioria porque é apertado nos dois sentidos”, disse ele. “Mas em novembro que vem, se ainda estivermos no meio da crise do governo, se a inflação estiver disparando, sim, teremos um problema maior.”

Após um hiato, Vela – que disse que estava se aposentando “porque queria fazer outra coisa” – continuou a incomodar os democratas com a questão: “Você tem o tipo de problema de 2010.” .

“É uma preocupação real”, disse Vela sobre a preocupação com a aposentadoria. “Se estivéssemos no meio do semestre passado, acho que lugares como o meu poderiam ter sido perdidos. Mas não acho que isso vá acontecer no próximo ano.”

READ  Bloqueio da MLB: anúncios diretos enquanto as negociações da CBA continuam após o prazo da liga adiado para terça-feira à tarde

‘Ainda não chegamos ao Natal’

Uma das razões para a escuridão dentro do comitê democrata é que muitos membros já experimentaram essa tendência.

Em 2010, dois anos após a eleição do presidente Barack Obama, os dois partidos tiveram que se aposentar – 17 para os democratas e 20 para os republicanos. Mas os eleitores ainda desferiram um golpe para os democratas, que chegaram ao poder no Partido Republicano com uma mudança de 63 cadeiras.

“Em 2010, foi o pior de tudo, porque a grande maioria dessas pensões vinha de distritos republicanos, então os democratas não podiam competir de verdade depois que os titulares se aposentassem”, disse Ferguson.

Ferguson acrescentou que essas pensões – junto com algumas este ano – são particularmente poderosas.

“Nem todos os aposentados são iguais, e aposentar-se de lugares onde dificilmente terá é a pior aposentadoria”, disse Ferguson, acrescentando que o lado bom da festa é que apenas um punhado de pensões este ano veio de distritos altamente competitivos.

Em 2018, os republicanos foram duramente atingidos pelos aposentados, e o partido teve de lidar com um número significativo de 37 saídas. Dois anos depois que Trump assumiu o cargo, os republicanos da época estavam preocupados que o número prenunciasse várias derrotas. Eles estão certos. Os democratas se retirarão da Câmara em 2018, um golpe para Trump e o controle republicano de Washington.

“O maior problema é a surpresa e a incerteza. Você conhece os locais dois anos antes do dia das eleições – ou pelo menos a maioria deles”, disse Matt Gorman, principal diretor de comunicações republicano do Congresso Nacional Republicano em meados de 2018. . “Quando isso acontece, muitas vezes, eles o colocam em uma posição pior do que antes. E é preciso tempo e dinheiro procurando candidatos.”

Korman, como outros observadores políticos, acha que o problema das pensões dos democratas vai crescer.

“Ainda não chegamos ao Natal”, disse ele, um representante do Partido Republicano. Quão devastado foi quando Darrell Isa – agora de volta ao Congresso – anunciou no início de janeiro de 2018 que não tentaria a reeleição. “Essa é a hora … Faça isso depois que as férias acabarem e leve com sua família.”

Esta história foi atualizada com melhorias adicionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *