Feira de Santana

Carga de celulares avaliada em quase cem mil reais é apreendida pela PRF em Feira de Santana

Na tarde de terça-feira, 01, a Polícia Rodoviária Federal deteve um homem de 45 anos por descaminho, crime que consiste em importar produtos sem o pagamento dos respectivos impostos, cuja pena prevista no Código Penal varia de um a quatro anos de prisão. Ele foi flagrado pela equipe com 73 aparelhos celulares.

Durante fiscalização rodoviária realizada no KM 429 da BR 116, os agentes federais abordaram um caminhão para verificação e, no decorrer dos procedimentos, encontraram na cabine do veículo a carga citada. Entre os eletrônicos estavam 30 aparelhos aparentando ser modelo Moto G6 Plus e 43 Samsung A9 Lite, além de carregadores e fones de ouvido. Nenhuma mercadoria possuía nota fiscal.

Questionado, o motorista relatou que adquiriu os celulares em São Paulo (SP) para entregá-los no município baiano de Feira de Santana, onde seriam revendidos em uma suposta feira da região.

O condutor e a mercadoria foram encaminhados para a Receita Federal local para adoção das medidas cabíveis.

Criança de 10 anos e jovem são baleados dentro de condomínio na cidade de Feira de Santana

Uma criança de 10 anos e um jovem de 22 foram baleados dentro de um condomínio, no bairro Conceição, na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador. Conforme a 2ª delegacia, o caso aconteceu na noite de domingo (4).

Segundo informações da unidade policial, as vítimas foram abordadas por dois homens, que perguntaram por drogas e efetuaram os disparos. Os suspeitos fugiram após o crime.

De acordo com a polícia, a criança foi atingida no tórax. Ela foi socorrida e levada para o Hospital da Criança (HEC). Não há informações sobre o estado de saúde dela.

Já o jovem, que foi atingido na coxa, panturrilha e no braço, contou para os policiais que não conhece os autores do crime. Ele foi levado para o Hospital Cleriston Andrade e passa bem.

O caso é investigado na 2ª Delegacia de Feira de Santana.

Adolescente de 13 anos é apreendido com submetralhadora

Uma submetralhadora foi encontrada com um adolescente de 13 anos na noite desta quinta-feira, 20, em Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador). O equipamento foi fabricado dos Estados Unidos, possui 9mm e é de uso restrito. O caso ocorreu durante o patrulhamento no bairro Queimadinha.

De acordo da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), guarnições da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Feira de Santana) faziam abordagens na região quando avistaram, por volta das 23h, o adolescente com uma sacola na rua Paraíba. Além da submetralhadora, com o jovem também foram encontrados carregador, munições e seis pedras de crack.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes do Sobradinho.

Prefeito Colbert Martins Filho nomeia 370 professores para atuar na Rede Municipal de Feira de Santana

Mais 370 professores foram nomeados pelo prefeito Colbert Martins Filho para atuar na Educação Infantil e no Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação; o ato foi publicado na edição de número 1023 do Diário Oficial Eletrônico do município, nesta terça-feira, 11. O decreto pode ser acessado no seguinte link: http://www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br.

Ao todo, foram nomeados 317 professores de Pedagogia e 53 de outras áreas específicas, dos quais 17 são de Língua Portuguesa; 13 de Matemática; nove de Ciências; sete de História; seis de Educação Física; e um de Arte.

Empresário de 60 anos é morto a tiros durante caminhada na Bahia

O empresário Valdevan Silva dos Santos, de 60 anos, foi morto a tiros, na manhã de quarta-feira (29), no centro da cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. De acordo com a Polícia Civil, a vítima fazia caminhada quando foi atacada por dois homens armados.
 
 
O crime ocorreu por volta das 6h30, no canteiro central da Avenida Presidente Dutra. Câmeras de segurança da região mostram o empresário pouco antes de ser morto. 
 
Conforme a polícia, os suspeitos do crime estavam em uma motocicleta e estacionaram o veículo nas proximidades do local do crime. Após a ação, os homens fugiram com a motocicleta. Ainda não há informações sobre a identidade da dupla.
 
O caso está sob investigação, contudo, a polícia já descartou latrocínio (roubo seguido de morte), porque nada foi levado da vítima. O corpo do empresário foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Feira de Santana. 
 
Não há detalhes sobre o sepultamento.

Estado da Bahia é obrigado a tratar paciente Testemunha de Jeová com leucemia.

Uma liminar obriga o Estado da Bahia a transferir uma paciente internada no Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana, para o Hospital Santa Isabel, em Salvador, para realizar um tratamento de leucemia, sem necessidade de transfusão de sangue. A paciente é Testemunha de Jeová e, pela religião, não pode receber transfusão de sangue. De acordo com a Defensoria Pública da Bahia, a unidade hospitalar de Feira de Santana não possui estrutura adequada para realizar o tratamento respeitando o credo religioso da paciente.

A paciente está internada no Hospital Clériston Andrade desde o início do mês de março deste ano e rejeita o tratamento com transfusão de sangue. A família da paciente procurou a Defensoria Pública no mês de abril. As defensoras públicas Julia Almeida Baranski e Paloma Pina Rebouças ajuizaram a ação com obrigação de fazer do Estado. “O Estado brasileiro é laico e a Constituição elencou a liberdade de culto e de crença como direito fundamental de todos. É preciso garantir à paciente que sua fé não seja desrespeitada por procedimentos médicos que contrariem sua religião, especialmente quando a própria rede pública de saúde dispõe de unidade hospitalar capaz de realizar o tratamento que contemple ambos os direitos”, declarou Julia Baranski.

A decisão ainda não foi cumprida pelo Estado, e a paciente aguarda a transferência. A defensora explica que o direito à saúde e o direito à liberdade religiosa devem ser observados com ponderação e proporcionalidade pelo Estado e pelo Poder Judiciário. A liminar até aqui não foi cumprida porque o Estado ainda não foi intimado. “Mas não é apenas que não tenha sido intimado, nas ações de saúde o Estado geralmente procura se opor o quanto pode a cumprir com as decisões”, considerou.

Assinar este feed RSS

Mapa de Seções

Entretenimento

Notícias Locais

Sobre Nós

Nos Siga

×

Se inscreva e fique por dentro!

Seja o Primeiro a saber quando anunciarmos uma promoção

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time