Itens filtrados por data: Quinta, 06 Junho 2019

Ônibus escolar superlotado com crianças é apreendido na BA; veículo não tinha cinto de segurança

Um ônibus escolar que transportava alunos da prefeitura foi apreendido com 89 pessoas na quinta-feira (6), na BR-410, em trecho da cidade de Tucano, que fica a cerca de 252 km de Salvador.

Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o número de pessoas que estavam no transporte era mais do que o dobro da capacidade do veículo. A maioria dos passageiros era de crianças e adolescentes. Eles estavam em pé.

Segundo a PRF, além da superlotação, o ônibus não possuía cinto de segurança nos assentos. O equipamento tacógrafo, que registra os deslocamentos do veículo, tempo de uso e velocidade praticada, não funcionava.

O ônibus também não tinha identificação de uso escolar, autorização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e faixas reflexivas de segurança.

De acordo com o órgão, o motorista do veículo informou que havia 5 dias que o transporte dos alunos era realizado daquela maneira. Segundo ele, o ônibus não faz parte da frota da prefeitura local. O motorista ainda disse que apenas é funcionário de uma empresa que foi contratada para realizar o serviço.

O motorista também não apresentou o Certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV), documento de porte obrigatório. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e se comprometeu a comparecer em audiência no Juizado Especial Criminal para responder pela conduta. O veículo ficou apreendido no pátio da PRF.

Leia mais ...

Deputado protocola projeto batizado de 'lei Neymar da Penha'

O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) protocolou nesta quinta-feira (6), na Câmara dos Deputados, projeto de lei que agrava a pena de denunciação caluniosa de crimes contra a dignidade sexual.

Caso o projeto seja aprovado, pessoas que fizerem acusações mentirosas sobre crime de estupro, por exemplo, poderão ter a pena aumentada em até um terço. O PL está sendo proposto dentro do contexto da suposta agressão sexual que Neymar, jogador do time de futebol francês Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, teria cometido contra a modelo Najila Trindade Mendes Souza.

 

Na quarta-feira (5), um vídeo mostrando a modelo agredindo o jogador fez com que grande parte dos internautas nas redes sociais tomassem o partido do jogador.

 

Em entrevista à reportagem do Estado, Jordy informou que já tinha a intenção de apresentar este projeto, mas ele seria protocolado depois das pautas econômicas, que são prioridade para a retomada do crescimento e geração de emprego no País. Contudo, o caso envolvendo Neymar levou sua equipe a priorizar este projeto de lei.

"Denunciações caluniosas já são graves e  absurdas por si só, mas quando envolvem estupro, isso destrói a vida do acusado porque não existe crime mais abjeto do que esse. Isso deixa todo mundo indignado", disse o parlamentar. "Sem dúvida alguma, o momento atual foi determinante para que apresentássemos o PL", emendou.

No Twitter, a proposta de Jordy provocou a reação de internautas, que interagiram com o post e o batizaram de "lei Neymar da Penha", em referência à Lei Maria da Penha, que criou mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher.

Durante toda a manhã, a hashtag mais mencionada no Brasil foi a #EstupradaDeTaubaté, em alusão ao caso da "grávida de Taubaté". Na ocasião, uma mulher da cidade paulista fingiu estar grávida de quadrigêmeos e ficou famosa após aparecer em diversos programas de TV e receber doações de todo o País. Os internautas estão comparando a modelo que acusa o jogador da seleção brasileira de estupro e agressão com a "grávida de Taubaté".

  • Publicado em Brasil
Leia mais ...

Inflação oficial registra menor resultado para maio desde 2006

A inflação oficial registrou a menor taxa para o mês de maio desde 2006, ao ficar em 0,13%, segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (7). 

Em maio de 2006, o índice foi de 0,10%. Segundo o analista de Índice de Preços do IBGE, Pedro Kislanov, a desaceleração da inflação de um mês para o outro aconteceu por causa de quedas importantes nos grupos de alimentação e bebidas (-0,56%), transportes (0,07%) e saúde e cuidados pessoais (0,59%). 

De acordo com o economista Valdir Domeneghetti, coordenador de cursos da FIPECAFI, a menor taxa para o mês de maio desde 2006 tem a ver com a mudança de governo.

 

"Tivemos uma mudança profunda de gestão, a ruptura de um modelo que estava aí faz um tempo. Existia uma pressão por conta da incerteza do que estava por vir e, por isso, teve uma turbulência até próximo a abril", explica. "Em abril, os preços começaram a ficar mais controlados, o governo mais ambientado", completa. 

Ainda segundo Domeneghetti, a inflação gerada até o momento se devia a fatores internos e externos. "O preço do dólar tem influência, a briga dos Estados Unidos com a China também. De fatores internos, nada justificava a inflação alta porque a atividade industrial está ociosa, temos muitos trabalhadores desempregados. Não existe uma falta de capacidade de atender a demanda. Então, se devia a uma turbulência interna", avalia.

Dentro dos alimentos, o tomate, o feijão-carioca e as frutas ficaram mais baratos para o consumidor em maio em comparação com o mês anterior. Em contrapartida, houve aumentos nos preços do leite longa vida e da cenoura. 

Ainda para Domeneghetti, é importante para a população os alimentos manterem preços dentro de um controle. "Inflação é desastrosa e atinge os menos favorecidos. Com inflação comportada, as pessoas de menor renda conseguem comprar melhor. Isso ajuda muito a camada que mais sofre. Nos agentes econômicos, também é bom porque tem uma porevisibilidade maior."

 
Publicidade
Fechar anúncio

Nos transportes, a gasolina foi o principal impacto individual da inflação oficial de maio, com aumento de preço em todas as regiões pesquisadas.

Por outro lado, as passagens aéreas, que haviam subido em abril (5,32%), apresentaram queda de 21,82% em maio.

“Após subirem em abril, os preços dos alimentos com grande peso na cesta básica caíram devido ao aumento da oferta com a colheita do tomate, das frutas e da segunda safra do feijão. Nos transportes, houve queda de 21,82% no preço das passagens aéreas. Já no grupo saúde e cuidados pessoais, a alta de 2,25% nos remédios em abril, devido ao reajuste anual, passou para 0,82% em maio”, explica Kislanov.

De janeiro a maio deste ano, o índice acumula alta de 2,22% e de 4,66% no acumulado de 12 meses. 

A inflação oficial perdeu ritmo em comparação com o mês anterior (0,57%) e com maio de 2018 (0,40%). 

Domeneghetti diz ainda que o acumulado da inflação já está próximo da meta fixada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), que para este ano é de 4,25%. "A inflação está vindo abaixo da meta e deve se comportar nesse patamar até o fim do ano, Pode ter alguma sazonalidade, mas não deve mudar muito. Com a inflação e os juros controlados, os assalariados conseguem comprar, já que os salários não estão aumentando", explica. "A inflação comportada faz com que os trabalhadores assalariados não percam em ganho real", conclui.

Leia mais ...

Brasil deve deixar de exportar 240 mil carros para a Argentina em 2019

Diante da crise na Argentina, o Brasil deve deixar de exportar 240 mil veículos para o país em 2019, estima a associação das fabricantes, a Anfavea.

Os “hermanos” são os maiores clientes da indústria nacional, e o número representa 7,6% da previsão de produção para o ano, de 3,14 milhões de veículos, feita pela própria Anfavea, no início de 2019.

O mercado automotivo da Argentina tem apresentado queda considerável no número de emplacamentos. Em maio, de acordo com a associação das concessionárias local (Acara), foram vendidas 36.770 unidades. O número é menos da metade dos 83.200 exemplares no mesmo período do ano passado.

Rivalidades à parte com os brasileiros, o mau desempenho da economia do país vizinho também pode ser sentido aqui. Isso porque, segundo a Acara, 69% dos carros vendidos na Argentina são importados – grande parte tem o Brasil como origem.

Entre janeiro e maio, foram enviados 107 mil veículos para a Argentina, 54% menos do que as 233 mil unidades do mesmo período do ano passado.

Individualmente, poucas fabricantes comentam a queda nas exportações.

G1 procurou as nove empresas que enviam carros para a Argentina e perguntou se há previsão de queda na produção por conta da crise.

 

 

  • Honda afirmou que não pensa em reajustar sua produção no Brasil.
  • Volkswagen disse que espera aumentar a produção no Brasil em 20%, mas que prevê redução nas exportações para a Argentina.
  • Renault afirmou que espera “uma queda nas exportações”. Segundo a empresa, entre janeiro e abril, a queda foi de cerca de 53% na comparação com 2018.
  • Nissan disse que “está ajustando a produção de veículos para exportação para a Argentina”. No entanto, as empresas acima não detalharam os números.
  • Chevrolet Ford disseram não comentariam o assunto.
  • Apenas ToyotaPeugeot Citroën Fiat Chrysler informaram quantos veículos devem deixar de ser enviados para o país vizinho

Ajustes nas empresas

 

 
Toyota vai demitir 340 funcionários da fábrica de Sorocaba por conta da crise argentina — Foto: DivulgaçãoToyota vai demitir 340 funcionários da fábrica de Sorocaba por conta da crise argentina — Foto: Divulgação
Toyota vai demitir 340 funcionários da fábrica de Sorocaba por conta da crise argentina — Foto: Divulgação

A Toyota anunciou, no fim de maio, que vai demitir 340 funcionários da fábrica de Sorocaba (SP), além de reduzir o ritmo da produção dos modelos Etios e Yaris. Tudo por conta de uma revisão para baixo na produção do ano: de 154 mil para 137 mil veículos até o fim do ano. O motivo? A queda na demanda do mercado argentino.

A Fiat Chrysler (FCA), que produz carros nas unidades de Betim (MG) e Goiana (PE), disse que deixará de exportar cerca de 20 mil unidades para o país vizinho.

 

Segundo FCA, foram enviados 64 mil veículos para a Argentina no ano passado – 43 mil Fiat e 21 mil Jeep. Para este ano, a previsão é de redução de 30%.

Já a Peugeot Citroën (PSA) reviu seus planos de produção para a unidade de Porto Real (RJ). Por lá, a produção deve ser entre 10% e 15% menor do que no ano passado, quando foram fabricados 77 mil unidades. Isso significa entre 7,7 mil e 11.550 unidades a menos.

Além disso, a fábrica também precisará paralisar a produção. “Vamos fazer uma parada técnica por conta dos estoques na Argentina. De 10, 15 ou 20 dias, dependendo do que acontecer”, afirmou o vice-presidente da PSA, Fabrício Biondo.

 

Outras alternativas

 

Para o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, a crise no país vizinho deve provocar estragos nos números da produção local. “A Argentina está dando impacto maior do imaginávamos, então vamos, em um momento oportuno, revisar a exportação, e isso vai afetar a produção total também”.

No início do ano, a entidade divulgou uma previsão de exportar 590 mil veículos. O número já era 6,2% menor do que as exportações de 2018.

 
Citroën C4 Cactus produzido no Brasil será exportado para a África — Foto: André Paixão/G1

Citroën C4 Cactus produzido no Brasil será exportado para a África — Foto: André Paixão/G1

Vale lembrar que as fabricantes brasileiras também enviam veículos para outros países. Aliás, essa tem sido uma alternativa para a queda abrupta do mercado argentino. A PSA, por exemplo, fechou contrato de exportação do Citroën C4 Cactus para países africanos.

 

Também houve um esforço para enviar mais veículos para outros mercados, antes menos explorados.

“Aumentamos a exportação para fora do Mercosul, como Colômbia e outros países menores na América Central”, afirmou Biondo.

A tática também deve ser usada pela Nissan. A fabricante japonesa disse que “mantém estudos para expandir a produção de modelos brasileiros para atender mais mercados na América Latina”.

 

Subsídio para os carros

 

Para tentar estimular as vendas, o governo argentino anunciou um programa de subsídio no preço dos carros neste mês de junho.

Chamado de Juni0km, ele prevê descontos de R$ 4,3 mil para determinados veículos, que custem até R$ 64,4 mil. Para aqueles com valor mais alto, o abatimento é de R$ 7,7 mil.

De acordo com a associação das fabricantes da Argentina, o governo irá auxiliar as empresas para reduzir os custos de produção, enquanto as marcas se comprometem a não elevar os preços no mês de junho.

Leia mais ...

Governador Rui Costa concede entrevista para jornalistas chineses; Estado da Bahia desperta interesse de investidores do Oriente

Na tarde desta quinta-feira (06/05/2019), o governador Rui Costa recebeu uma comitiva de jornalistas chineses na Governadoria, em Salvador. Na ocasião, a delegação formada por oito profissionais conversou com Rui sobre suas visitas ao país asiático. No encontro, destaque para a recente agenda oficial do governador na China, que resultou em uma série de acordos para investimentos na Bahia.

“Foi uma entrevista importante para divulgar a Bahia e divulgar as parcerias que a Bahia têm buscado com a China. Conhecer outra nação é também uma forma de ajudar nos negócios. Estamos fazendo esse processo de aproximação com jornais, rádios e TVs chineses para que eles possam conhecer um pouco mais da nossa Bahia e possam se interessar em investir no nosso estado”, afirmou Rui.

Um dos jornalistas da comitiva, Zhang Junrong destacou que a viagem, a primeira que ele faz para a capital baiana, “está sendo uma experiência excelente. Viemos para conhecer os investimentos chineses aqui e saber as ações de cooperação entre Bahia e China”. Além do governador, o grupo deve realizar entrevistas com os secretários estaduais da Segurança Pública, Cultura, Casa Civil e Desenvolvimento Econômico.

A delegação chinesa está em Salvador desde quarta-feira (5), com o objetivo de conhecer o trabalho da TV e rádios públicas da Bahia. No mês de abril, o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb) e o Departamento de Cooperação Internacional da Administração Estatal de Rádio e Televisão da República Popular da China assinaram acordo de cooperação para exibição de conteúdos baianos na China.

Os jornalistas chineses cumprem agenda em Salvador até esta sexta (7). Antes, visitam os principais pontos turísticos da capital baiana.

Leia mais ...

Suspeito de chefiar organização criminosa em Stº Antônio de Jesus morre em confronto com a polícia

Um homem suspeito de chefiar uma organização criminosa no município de Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano morreu em confronto com policiais na quinta-feira (6), segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

O caso ocorreu no distrito de Andaiá na cidade de Conceição do Almeida, a cerca de 160 km de Salvador, aonde o suspeito estava escondido.

De acordo com a SSP, Jackson Gonçalves da Fonseca dos Santos, conhecido como 'Joãozinho' ou 'Bamba', era o segundo traficante mais procurado de Santo Antônio de Jesus, pela venda de drogas e homicídios.

Ele foi localizado por equipes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 27ª CIPM (Cruz das Almas), após uma denúncia anônima, e reagiu à abordagem.

Após ser baleado, ele chegou a ser socorrido e levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Com ele, informou a SSP, foram apreendidos uma pistola calibre 9 mm, 60 pinos grandes de cocaína, uma porção média de maconha e munições.

Leia mais ...

Homem morre soterrado após explodir mina com pedras preciosas na Bahia

Um homem de 35 anos morreu soterrado após explodir uma mina de rutilo, uma pedra semi-preciosa, em Rio dos Pires, interior da Bahia, na última quarta-feira (05)

De acordo com a Polícia Militar, Elcio José Correia ficou soterrado por um barranco que caiu sobre ele após usar explosivos na mina, situada na comunidade de Córrego da Roça, no distrito de Varzinha.

Após o ocorrido, familiares se dirigiram até a mina para retirar o corpo do homem. O atendimento médico foi acionado, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica. 

Não há detalhes sobre a legalidade da mina ou se ela já estava sendo explorada. A Polícia Civil investiga o caso.

Leia mais ...

Operação descobre oficina de desmanche de carros em Camaçari; dois são presos

Uma operação, realizada nesta quinta-feira (06/06), por equipes da Delegacia de Repressão a Furtos e roubos de Veículos (DFRV), capturou dois homens, apreendeu três veículos roubados e desmantelou uma oficina desmanche em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

A investigação levou os policiais até a região conhecida como Cascalheira, onde os muros altos de um imóvel chamaram a atenção das guarnições. Ali, eram realizados desmanches dos automóveis e feitas adulterações de placas do Mercorsul.

George Santos de Jesus e Ramon Almeida Cajaíba foram presos em flagrante e autuados por receptação qualificada, falsidade ideológica e adulteração de sinais identificadores de veículos e apreendidos um Fiat Siena Attractiv branco, um Chevrolet Onix branco e Chevrolet Onix branco, roubados, segundo informou o titular da DRFV, delegado José Nelis, ao lembrar que os dois acusados seguiram para audiência de custódia.

Leia mais ...

Prefeitura cancela show de Devinho Novaes no Camaforró 2019

A Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria de Governo (Segov), por meio da Coordenação de Eventos, informa que o show do cantor Devinho Novaes, que constava na grade da programação do Camaforró 2019, está cancelado. No lugar do artista, outra banda se apresentará no dia 22 e a programação do Camaforró segue sem prejuízo.

A Prefeitura repudia qualquer situação de violência e incentiva que mulheres que passam por essa situação denunciem seus agressores. Em Camaçari, a Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (DEAM), fica localizada na Rua Delegado Clayton Leão Chaves – Centro. Outro canal para atendimento é o Disque Denúncia, através do número 180. A violência contra a mulher é crime e deve ser denunciada!

A organização da festa, que acontece nos dias 21, 22 e 23 de junho, continua com shows de Simone e Simaria, Marcos e Belutti, Calcinha Preta, Magníficos, Lambassaia, Unha Pintada, Adelmário Coelho, Amado Batista, entre outros.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS

Mapa de Seções

Entretenimento

Notícias Locais

Sobre Nós

Nos Siga

×

Se inscreva e fique por dentro!

Seja o Primeiro a saber quando anunciarmos uma promoção

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time